Talento precoce

Confira o perfil do atleta Esdras Morais, campeão baiano Sub 12 em 2018


Esdras Morais foi o campeão baiano na categoria Sub 12 este ano e o título veio para coroar a excelente campanha do atleta em 2018. Das seis etapas realizadas, Esdras venceu uma, garantiu dois vices, um terceiro, um quinto e uma sétima colocação.

Iniciado no esporte pelo pai (Jean), o pequeno chama atenção pelo perfil competitivo e sua sede de vencer. Esdras faz parte do time da Mahalo, que acreditou no potencial do garoto, que tem o objetivo de fazer parte da elite mundial do surfe.

Ciente do seus objetivos e disciplinado, o atleta trabalha diariamente a parte física e técnica, além de cursar inglês e ter acompanhamento de um endocrinologista.

Sabendo da importância da presença da família, Jean avalia que ao mesmo tempo em que ele está competindo, também está se divertindo e que a competição ajuda o filho a ser mais disciplinado e responsável.

“Ele tem um objetivo claro em ser um surfista profissional, o que abre um espaço para conversarmos e conscientizarmos cada vez mais ele sobre foco e disciplina em todos os aspectos”, conta o pai.

 

PUBLICIDADE

Relacionadas

Pescadores capturam tubarão em vila de Santo Antônio, no litoral norte da Bahia

Danilo Couto traz o curso The Big Wave Risk Assessment para a Bahia

Fotógrafo Luis Castro registra Gustavo Kombi e Bruno Pitanga de foil board

Potente swell de sul-sudeste deve atingir o litoral baiano nos próximos dias

Sandro Lyrio lembra do dia em que registrou uma ondulação épica na capital baiana

ASURFI convoca todos os surfistas e admiradores do esporte para solenidade na Câmara dos Vereadores de Ilhéus

Diretoria da Federação Baiana de Surf celebra primeiro ano de gestão e revela planos para 2019

Ondulação de sul com influência de sudeste deve proporcionar bons momentos neste fim de semana