S.O.S Stella

Grupo de moradores e frequentadores de Stella Maris se reúne em prol de melhorias para o local


Muita coisa vem acontecendo nos últimos anos no bairro de Stella Maris e adjacências. Abrangendo desde a Pedra do Sal, até Ipitanga.

Após muita discussão referente ao projeto e execução da requalificação da orla marítima, iniciou-se as obras e muita confusão se instalou desde então.

As obras estão paralisadas em alguns pontos que, instantaneamente, apresentaram problemas gravíssimos de desrespeito à flora e fauna local, sem contar com muitas ligações clandestinas de esgoto doméstico que começaram a serem descobertas e por aí vai.

O assunto é muito longo e não é esse o objetivo dessa matéria, já que a briga está feia entre as associações locais de moradores, entidades de representatividade civil e os executores das obras.

O papo aqui é para relatarmos que mais um grupo surgiu no intuito de não só denunciar irregularidades, mas sim pessoas na pegada de botar a mão na massa mesmo em prol de melhorias locais.

O grupo é intitulado por S.O.S Stella Maris, formado já por quase uma centena de moradores e freqüentadores engajados em prol da causa socioambiental.

As maiores preocupações envolvem as questões de saneamento básico, lixo nas areias / restingas / ruas, derrubada da vegetação, verticalização sem planejamento e falta de estrutura mínima nas praias para receber turistas e freqüentadores regulares.

Muitas ações estão sendo planejadas para os próximos finais de semana, inclusive manifestações pacíficas e mutirões de coleta de lixo e plantio de mudas.

É muito importante a participação de moradores e freqüentadores. O poder público e os empresários da região precisam se sensibilizar, com a finalidade de mantermos o último refúgio “verde” da capital baiana o mais limpo possível e com um impacto menor possível do crescimento urbano.

"No último final de semana, nos dias 5 e 6 de dezembro, foram realizadas ações de coleta de lixo e conscientização de frequentadores, mas ainda é necessária a participação de muito mais voluntários, empresas e órgãos públicos unidos. As fotos da galeria ilustram a ação ocorrida nas areias de Stella Maris", disse Alexandre Piza.

O crescimento é inevitável, então que seja com todas as diretrizes ambientais e urbanização condizentes com a pureza da beleza da região. Não podemos permitir mais um local sujo, descaracterizado e onde surfistas, banhistas e naturistas tenham que conviver com esgoto, lixo e desrespeito sem igual.

Para saber mais e se engajar, entre no grupo de Whatsapp e seja um voluntário em prol de um mundo melhor.
https://chat.whatsapp.com/GF9LRRAZdfFHGrmKm4eGV9

Se preferir informações individualizadas, pode contatar diretamente pelo telefone: (71) 99668-8737.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Grupo de moradores e frequentadores de Stella Maris se reúne em prol de melhorias para o local

Grupo de orcas surpreende embarcação com pescadores em praia próxima a Itacimirim

Churrasco inusitado na praia de Amaralina vira polêmica depois de grupo ficar ilhado na maré cheia

Enquanto as discussões sobre o avanço da maré em Ilhéus tomam conta das redes sociais, a Praia do Norte pede socorro

Avanço da maré volta a provocar prejuízos e destruição na praia do Norte, em Ilhéus

Nova mancha de óleo surge em praia do litoral norte de Ilhéus (BA)

Molusco desperta curiosidade de surfistas e banhistas no litoral baiano

Filhote de orca encalha na praia de Guarajuba e é sacrificado no dia seguinte