Bate-papo com Dani

Confira a entrevista com Dani Albuquerque, representante baiana no Brasileiro Amador


A jovem Dani Albuquerque é uma das melhores representantes do surf feminino baiano nas competições.

Clique aqui para ver as fotos

No último fim de semana, Dani disputou mais uma final do Brasileiro Amador em sua carreira, desta vez em Itapuama, Cabo de Santo Agostinho (PE).

Uma interferência logo na primeira onda impediu que a baiana lutasse por um lugar mais alto no pódio, mas a quarta posição na categoria Feminino Open foi bastante satisfatória.

Revelada na praia do Corsário, Dani costuma treinar bastante no quintal de casa e também em lugares como Jaguaribe, Praia do Forte e Guarajuba. "Gosto de surfar com alguns amigos que são competidores e sempre me passam boas dicas sobre técnicas de competição", revela a atleta.

Entre os principais resultados de Dani estão os títulos de campeã baiana em 2012, sétima no Brasileiro 2012, bicampeã do Coca-Cola Verão (2012 e 2013) e campeã do Evolsurf 2013. Também no ano passado, ela terminou o ano como líder do Baiano, mas o Circuito teve apenas duas etapas e não terminou.

Em 2014, Dani já venceu duas provas: a etapa de abertura do Circuito Itacareense, na Engenhoca, e a primeira etapa do Circuito ASAI, em Villas do Atlântico. "Espero que neste semestre as competições voltem a acontecer na Bahia para o meu aperfeiçoamento, já que estou em sétimo lugar no ranking brasileiro e preciso terminar em ótima colocação para conseguir o bolsa atleta 2015, que irá me ajudar para futuras trips e competições", explica a baiana.

A falta de provas femininas na Bahia tem levado a atleta a enfrentar os garotos em algumas competições. "Como o primeiro semestre foi muito fraco de campeonatos, procuro cair sempre na categoria Mirim masculina para aperfeiçoar os meus treinamentos e a minha técnica, já que às vezes não colocam a nossa categoria feminino nos eventos", lamenta Dani.

Outro motivo de orgulho para a baiana foi o prêmio de melhores atletas do ano da SUDESB, em 2012. Ao falar sobre as suas inspirações no surf, Dani destaca duas cearenses e uma havaiana. "Gosto muito de Tita Tavares e Silvana Lima porque elas têm um estilo bem radical e procuro me inspirar na superação de Bethany Hamilton", conta a surfista.

Para finalizar, Dani deixa seus agradecimentos: "Quero agradecer aos meus novos apoiadores, Expresso do Reggae, acessórios Soul Fins, e ao meu novo shaper Lucas Albuquerque. Não posso deixar de agradecer a Mandinho (Armando Daltro), que sempre me ajudou a participar do circuito brasileiro; à minha família e a Cida e Roberto, que sempre acreditaram em mim.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Chloé Calmon é homenageada pela conquista da medalha de ouro no Pan-Americano no clipe Brasileira

Bárbara Muller e Chantalla Furlanetto reunem surfistas durante dois dias para sessões nos picos de Itacaré

Camila Belfort divulga vídeo com o seu dia a dia na cidade de Itacaré (BA)

Júlia Duarte vence etapa do Circuito Brasileiro Profissional na praia da Tiririca, em Itacaré (BA)

Free surfer Tácia Veloso mostra sua recente surf trip nas ondas da Nicarágua

Etapa válida pelo Brasileiro Profissional Feminino acontece entre os dias 7 e 9 de junho na praia da Tiririca

Sol Carrion e Catarina Lorenzo fazem final na etapa do Circuito Brasileiro de Surf Feminino em Itamambuca (SP)

Etapa do Brasileiro Profissional Feminino acontece entre os dias 7 e 9 de junho na praia da Tiririca, em Itacaré