Garotas poderosas

Surfe feminino evoluiu em performance, mas sem esquecer da beleza e sensualidade


O surfe feminino evoluiu muito em se tratando de performance e atitude.

Clique aqui para ver o video um

Clique aqui para ver o video dois

Clique aqui para ver o video três

Apesar da evolução, as premiações ainda não acompanharam a radicalidade e a modernidade das manobras das garotas, mas elas estão conquistando cada vez mais espaço, a mídia e o público.

Algumas chamam mais atenção pelo corpo do que pela performance na água, como a americana Anastasia Ashley, outras esbanjam talento e sensualidade, como a havaiana Alana Blanchard.

Existem ainda nomes como Coco Ho, Laura Enever, Sage Erickson, Rosy Hodge, Bruna Schmitz, Maya Gabeira, entre outras. Depois de conquistarem troféus e o público do surfe, elas agora invadem as propagandas na televisão e anúncios em revistas de moda e comportamento.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Chloé Calmon é homenageada pela conquista da medalha de ouro no Pan-Americano no clipe Brasileira

Bárbara Muller e Chantalla Furlanetto reunem surfistas durante dois dias para sessões nos picos de Itacaré

Camila Belfort divulga vídeo com o seu dia a dia na cidade de Itacaré (BA)

Júlia Duarte vence etapa do Circuito Brasileiro Profissional na praia da Tiririca, em Itacaré (BA)

Free surfer Tácia Veloso mostra sua recente surf trip nas ondas da Nicarágua

Etapa válida pelo Brasileiro Profissional Feminino acontece entre os dias 7 e 9 de junho na praia da Tiririca

Sol Carrion e Catarina Lorenzo fazem final na etapa do Circuito Brasileiro de Surf Feminino em Itamambuca (SP)

Etapa do Brasileiro Profissional Feminino acontece entre os dias 7 e 9 de junho na praia da Tiririca, em Itacaré