Briga pelo título

Nosso colunista Lalo Giudice analisa as chances dos candidatos ao título na última etapa do Circuito Mundial em Pipeline


Chegou o momento mais esperado do ano, o que todos estavam aguardando, a cereja do bolo, a etapa de Pipe. Sim, é disparado o evento do circuito mundial com mais notoriedade, mais expressão, mais pressão nos atletas, por ser a última parada do ano e muito mais emoção para quem esta assisistindo. Muita coisa envolvida neste mega evento, que de acordo com as últimas previsões, vai ser épico, histórico e que provalvemente termine ainda nesta semana.

Cinco postulantes ao titulo, três brasileiros, um sul-africano e um norte- americano. Italo Ferreira, Gabriel Medina e Filipe Toledo são nossos representantes, enquanto Jordy representa a África do Sul e Kolohe Andino, esse com chances remotas, os EUA.

Neste cenário épico de disputa do titulo mundial, não poderia passar em branco e expressar minha humilde opinião sobre os favoritos ao sonhado titulo mundial de 2019.

Dos cinco, mesmo estando mais confortável no ranking, em terceiro e com as previsões apontando ondas grandes e de consequência, o que tem menos chances de titulo é Filipe Toledo. Não vi seus treinamentos, imagens ou qualquer registro desta pré temporada, vamos dizer assim. Ainda tem o agravante das dores nas costas e o incômodo por parte desta lesão. Torço muito por Filipe e de sua volta por cima em ondas de consequência, mas enquanto isso não chega, infelizmente seu titulo mundial só irá ficar no cheirinho.

Kolohe Andino, o mais distante no ranking, em quinto, precisa de um milagre para ser campeão mundial de surf profissional. Nunca ganhou uma etapa em toda sua carreira, e ainda precisaria de uma combinação de resultados para alcançar esse tento. Pra mim, carta fora do baralho.

Aí vem o pelotão de frente, Italo Ferreira, Gabriel Medina e o grandalhão Jordy Smith. Três gigantes, surfistas completos, que vem mostrando o que estão fazendo nestas semanas que antecedem o Pipe Masters. Em linhas gerais, quem ganhar o evento é campeão mundial ou quem ficar na frente um do outro, a partir das oitavas, também se torna o rei do ano.

Tudo pode acontecer, até por que tem muita gente boa que entuba muito e pode atrapalhar o caminho aos postulantes ao titulo. São inúmeros: Jeremy Flores, Julian Wilson, Michel Bourez, Zietz, Ace, Owen, alguns locais especialistas, além do maior de todos os tempos, vencedor por sete vezes do Pipe Masters, Kelly Slater e a volta do bi campeão mundial John John Florence, que retorna de lesão depois de se machucar na etapa do Rio.

Com tudo isso em jogo, adicionado a históricos recentes, continuo apostando minhas fichas em Gabriel Medina. Três finais por lá, defensor da etapa e o maior tube rider da atualidade sem nehuma sombra de dúvidas. Tem uma boa previsão pela frente e Backdoor ou Pipeline, o que vier, será bom para o fenômeno de Maresias, que sempre dá show em condições pesadas e perigosas.

Estamos na torcida também pela vitória do nosso potiguar arretado Italo Ferreira, que vem fazendo mais um ano espetacular. É o atual líder do ranking e seria um tremendo orgulho ver o primeiro nordestino campeão mundial de surf. Campeão mundial pela ISA (International Surfing Association) e pela WSL. Espetacular.

Jordy Smith também faz um ano brilhante. Mesmo sem ganhar uma etapa, fez grandes resultados e pode atrapalhar a vida dos brasileiros em Pipe, já que o mesmo vem treinando bastante por lá, desde que comprou sua casa no quintal de Off the Wall. Já fez semi final neste evento algumas vezes e qualquer descuido do esquadrão brazuca pode render o titulo para o gigante sul africano.

Agora é torcer para nosso esquadrão e que nesta etapa a velha caixinha de surpresas do surf funcione só para a parte de baixo da tabela, até por que Michael Rodrigues e Willian Cardoso estão em situação muito complicada no ranking e ainda por cima, enfrentam nada mais nada menos do que Italo Ferreira e Gabriel Medina no Round 1 do evento, respectivamente.

Uma ótima semana a todos. Boa sorte e boas ondas.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Nosso colunista Lalo Giudice exalta a vitória de Italo Ferreira no Pipe Masters e a sua conquista do mundial

Nosso colunista Lalo Giudice analisa as chances dos candidatos ao título na última etapa do Circuito Mundial em Pipeline

Nosso colunista Lalo Giudice comenta a vitória de Italo Ferreira e a polêmica envolvendo Gabriel Medina e Caio Ibelli em Peniche

Nosso colunista Lalo Giudice comenta a vitória de Jeremy Flores na França e a ponta do ranking de Gabriel Medina

Nosso colunista Lalo Giudice analisa a vitória esmagadora de Gabriel Medina no Surf Ranch

Nosso colunista Lalo Giudice analisa a expectativa para a etapa nas ondas da piscina no Surf Ranch

Nosso colunista Lalo Giudice comenta o espetáculo de surfe na etapa do Circuito Mundial no Tahiti

Nosso colunista Lalo Giudice exalta a vitória espetacular de Gabriel Medina em J-Bay