Baianos em alta

Uri Valadão é o quarto do mundo e Gabriel Braga garante vaga na elite mundial em 2020


Terminou no último domingo, nas Ilhas Canárias, o último Grand Slam da temporada. O sul-africano Tristan Roberts levou a melhor na etapa e ergueu a taça do circuito pela primeira vez na carreira.

Na final da prova em El Fronton, Tristan bateu o francês Amaury Lavernhe por 15.17 a 13.20 pontos, ultrapassando Pierre Louis Costes por apenas 40 pontos.

A equipe UV Store também fez bonito na competição. Gabriel Braga passou por uma maratona na triagem, superando cinco baterias até chegar ao evento principal. Com o resultado, Gabriel termina o ano em 12º lugar e carimbou a classificação à elite mundial em 2020.

Quem também arrepiou foi Uri Valadão. Ele chegou com tudo às fases decisivas da prova, mas caiu em uma bateria com condições muito prejudicadas pelo vento e precisando de uma nota na faixa dos 4 pontos para avançar.

Com o resultado, Uri finalizou a temporada em quarto lugar e mais uma vez como melhor brasileiro do Circuito Mundial.

Fonte: UV Store.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Fotógrafo Talles Macêdo registra sessão aquática na praia do Barravento

Bodyboarder e preparador físico Rafael Ribeiro conta sobre sua recente trip para Mentawai

Isaac Pereira mostra o resumo do ano como surfista profissional de bodyboard

Uri Valadão decola nas ondas porto-riquenhas em novo episódio do UVTV

Morro de São Paulo inaugura o filme Em busca da onda perfeita, do bodyboarder Márcio Torres

Uri Valadão reúne imagens de viagem ao Caribe ao lado da esposa

Uri Valadão garante a taça do Circuito Brasileiro pela quinta vez na carreira

Aos 13 anos, baiano Misael Cézario vence categoria Sub 16 em Linhares e é vice-campeão brasileiro