Transmitindo a emoção

Yuri Soledade fala sobre o convite para participar do Eddie Aikau Big Wave Invitational em Waimea


A cerimônia do campeonato mais importante de ondas grandes do mundo, o Eddie Aikau Big Wave Invitational aconteceu no dia 1 de dezembro no Hawaii. O campeonato é exclusivo para convidados e o big rider Yuri Soledade. atleta do time Mahalo, foi um dos surfistas chamados para participar da edição 2018/2019.

O evento tem sua janela de espera entre os dias 1 de dezembro de 2018 e 29 de fevereiro de 2019 e é preciso que as ondas alcancem um mínimo de 20 pés (cerca de 7 metros) no pico de Waimea Bay.

Conversamos com Yuri e ele transmitiu tudo que está sentido na entrevista abaixo:

Qual o sentimento de ser convidado para o maior campeonato de surf de ondas grandes do mundo?

Yuri Soledade - Não tenho palavras para descrever o sentimento de fazer parte desse seleto grupo de surfistas chamados para o evento. Esse ano foi o primeiro onde somente a família Aikau teve influência na escolha dos atletas que representam o verdadeiro espírito do big surf e do o que Eddie representou e continua representando para o surf mundial. Fiquei muito feliz de representar a Bahia e o Brasil junto com Danilo Couto.

O campeonato não ocorre há dois anos. Qual a expectativa para que atinja o swell necessário e ocorra as baterias?

YS - Esse ano devido ao El Niño as previsões são as melhores possíveis. Já tivemos um swell gigante e esperamos que role. Como ondulações desse tamanho é bem raro, a média desse evento é de cada 5 anos, pois nem todo ano rolam essas ondas gigantes.

Como é o critério de julgamento de ondas grandes?

YS - O critério vai de 0 a 10 e quem pegar a maior onda no lugar mais crítico possível ganhará a nota mais alta. A maior diferença para o surf de competição normal é que a nota mais alta é dobrada e junta-se a segunda maior nota para a soma total de pontos, mas ainda contando as duas melhores ondas surfadas por bateria.

Você foi convidado como alternate, explique como funciona isso?

YS - Como são muitos atletas que merecem fazer parte do evento, eles chamam 24 atletas para a lista principal e mais 48 atletas como alternate, caso falte alguém. Meu maior foco agora que quebrei a barreira de ser convidado é realmente tentar subir na lista dos alternates e buscar a minha vaga na lista principal. Para isso tenho que surfar mais em Waimea e realmente representar nos dias grandes, botando para baixo e estando presente em todos os grandes swells ao redor do mundo.

PUBLICIDADE

Relacionadas

Yuri Soledade fala sobre o convite para participar do Eddie Aikau Big Wave Invitational em Waimea

Danilo Couto na principal e Yuri Soledade como alternate no Eddie Aikau Big Wave Invitational

Bino Lopes aproveita swell no North Shore havaiano para encarar Waimea Bay

Maya Gabeira entra para o Guinness Book com a maior onda surfada por uma mulher

Eloy Lorenzo encara swell gigante em Uluwatu

Danilo Couto fala sobre aventura em swell histórico em Cloudbreak, Fiji

Danilo Couto e Yuri Soledade encaram ondulação sinistra em Cloudbreak, Fiji

Danilo Couto realiza curso de treinamento de resgate em Portugal e Irlanda