Tubos profundos

Lapo Coutinho se aventura nos longos tubos de Skeleton Bay, na África


Foi uma surf trip animal, estava planejando conhecer esse pico há dois anos e sempre que rolava o swell eu não conseguia ir, seja devido a outras viagens ou falta de grana no momento. Finalmente, ano passado consegui conectar tudo e em junho embarquei para Namíbia, na África.

Encontrei com um amigo sul-africano chamado Alan Van Gysen, o peruano Jonathan Gubbins e o americano Alex Gray, que foram meus parceiros de surf. Demos sorte de dois swells grandes encaixarem na mesma semana para Namíbia, o que é bem raro. Foi um dos lugares mais inóspitos que eu já fui. Deserto, frio, menos de 10 graus todo dia e uma neblina sinistra que impedia a gente de filmar, assistir o surf e até chegar na praia nos dias mais intensos. Ainda bem que em alguns momentos a neblina passava e permitia que os filmmakers e fotógrafos entrassem em ação.

Conseguimos fazer os registros, mas as melhores ondas estão na mente e registradas para sempre. Os tubos mais longos da minha vida. A onda é tão longa, que você perde de vista todos que estão na praia, e muitas vezes a melhor sessão da onda aparece do nada, quando você menos espera e pega um tubo de 15 segundos sem ninguém para assistir ou para comemorar com você.

Os melhores momentos que passei, olhava para beira e sentia uma sensação muito diferente, de não ver ninguém, só você no meio do deserto e os tubos mais longos que já vi quebrando.

Os dois swells foram maiores que 4 metros e a diferença foi que o segundo foi mais de sul, deixando a onda mais buraco e nervosa, porém também menos constante.

O pico é cheio de tubarões, conhecido pela pesca dos bichos, sinistro. E cheio de focas também, mas na hora, quando você vê a onda, esquece essas informações e só pensa nos tubos.

PUBLICIDADE http://www.uvstore.com.br

Relacionadas

Heloy Júnior desafia bancada na capital baiana ao lado da família e dos amigos

Juan Bombae registra as séries quebrando na praia do Pescador

Juan Bombae registra swell no Jardim de Alah, em Salvador

Fotógrafo Douglas Pedrosa registra sessão aquática em Stella Maris

Bruno Alexandre registra sessão de freesurf na praia da Tiririca

Gabriel Macedo registra semana com ondas clássicas em Ilhéus

Locais desfrutam de quinta-feira clássica na praia da Tiririca, em Itacaré (BA)

Juan Bombae clica as ondas perfeitas do Jardim de Alah, em Salvador